Pr Orimar Carneiro

Pr Orimar Carneiro

Pastor no MiR PBS

MiR Parauapebas

Texto: Mateus 28.18-20

INTRODUÇÃO:

A última ordem que Jesus deixou aos apóstolos, antes de ser elevado aos céus, foi: “Ide e fazei discípulos”. Portanto, fazer discípulo não é uma sugestão, nem uma opinião, nem uma opção, mas uma ordem direta daquele que tem toda a autoridade no céu e na terra. Assim sendo, precisamos entender que:

01 – PARA FAZER DISCÍPULO É PRECISO SER DISCÍPULO – Tg 4.4 Cl 1.13-14 1Jo 5.19

Onde vivemos determina a forma como nós vivemos. Ou vivemos no reino deste mundo, ou vivemos no Reino de Deus. Podemos colocar a nossa mente nas coisas do alto, ou nas coisas terrenas (Cl 3.1-2). No percurso desta vida, ou somos discipulados pelo mundo, ou pela Palavra de Deus. Esta escolha pessoal é que irá determinar os nossos atos. Se vivemos num reino, somos servos do rei daquele reino. Se vivemos no reino deste mundo, os nossos princípios e valores serão regidos pelo sistema do mundo; se vivemos no Reino de Deus, os nossos princípios e valores serão formatados pela Palavra de Deus. Para fazer discípulo para Jesus, precisamos primeiro, ser um discípulo de Jesus. Isto significa que devemos estar ligados ao Seu Corpo, que é a Igreja. Um discipulador precisa ser discipulado. O molde original sempre será o nosso Mestre Jesus Cristo.

02 – FAZER DISCÍPULO É ORDEM DE CRISTO, E MISSÃO DA IGREJA – Mt 16.18-19

Jesus ordenou, ide, ou seja, vão e façam discípulos. Para fazer é necessário ganhar, ir atrás. Ir é a condição, fazer é a missão. Quem é a igreja? A igreja somos nós. Temos a missão de fazer discípulos e para isso precisamos sair do comodismo e avançar na conquista das almas que estão perecendo sem Jesus. Apresentá-las o evangelho da paz, batizá-las e discipulá-las. Não se faz discipulado dentro das quatro paredes do templo, não se faz discipulado pelo canal do instragram, ou por qualquer outra mídia social. O discipulado bíblico se faz corpo a corpo, através do contato pessoal, do convívio, do exemplo de vida. Fazer discípulo é formar o caráter de Cristo no coração de uma pessoa. Lembrando, que os nossos discípulos, não são nossos. Assim como nós, eles também são do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

03 – O DISCÍPULO PRECISA SER SEMELHANTE AO SEU SENHOR – Jo 8.31 1Co 11.1

Fazer discípulo não é apenas passar conhecimento, mas ensinar a guardar, obedecer e praticar as coisas que Jesus ordenou. Ou seja, discipulado não é apenas informação, mas transformação. Ser discípulo significa estar sujeito à autoridade de Jesus. Jesus Cristo recebeu toda autoridade no céu e na terra, e ser discípulo é viver debaixo dessa autoridade. Discípulo é aquele que crê em tudo o que Cristo disse e faz tudo o que Cristo manda. Jesus disse: no reino de meu Pai só participa quem faz a vontade de meu Pai. (Mt 7.21). O grande objetivo do discipulado é formar alguém semelhante ao seu Senhor. Ser discípulo é procurar dia a dia ser mais parecido com Jesus. Assim sendo, também implica em fazer discípulos. Dessa forma o reino de Deus avança e as portas do inferno não podem deter a Igreja do Senhor.

CONCLUSÃO:

Fazer discípulo não é uma sugestão, ou opinião, mas uma ordem daquele que tem toda autoridade do universo. À vista disso, precisamos entender que para poder fazer discípulo, primeiro, eu preciso ser um discípulo. Fazer discípulo é uma ordem direta do Senhor e missão da Igreja, eu sou a Igreja e, logo, tenho essa missão. Ser discípulo de Jesus é ser semelhante a ele, assim sendo, seguindo o seu modelo, eu também preciso fazer discípulos para que a Sua amada Igreja continue avançando na conquista das almas, até o breve dia da Sua vinda. Portanto, “Ide e fazei discípulos.”

Marcado sob

Texto: “Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.” (Hebreus 10.39 ARA)

INTRODUÇÃO:

Para o Cristão, a fé é um estilo de vida. Devemos ler, memorizar e praticar a Palavra de Deus. Todavia, na corrida do dia a dia podemos ser distraídos do nosso principal foco, que é a vida eterna em Cristo Jesus. Existem apenas dois reinos, o da luz e o das trevas. Cada reino tem o seu senhor. Quando aceitamos ao Senhor Jesus Cristo como nosso Salvador passamos do império das trevas para o reino da luz.  Vale refletir que os nossos frutos definem o reino que estamos servindo. O filho tem herança e o servo recompensa. O filho que é servo tem os dois! Como está a sua vida de servo? Na carreira da fé devemos sempre avançar, jamais retroceder.

01 – PARA NÃO RETROCEDER É PRECISO TER CONVICÇÃO – Rm 4.18-21

Abraão, o pai da fé, estava plenamente convicto de que o Deus que servia era poderoso para cumprir tudo o que havia prometido. Você tem a convicção de que é amado do Pai? Que Ele é fiel para cumprir todas as suas promessas? (Hb 10.23). Cuidado com as vozes que você tem ouvido. O diabo, muitas vezes, fala que Deus não se importa com você, que não lhe ama, que se o amasse não permitiria passar pelo que está passando. Adão e Eva acreditaram na mentira do inimigo, no lugar de acreditar na Palavra de Deus. A Bíblia diz que Deus lhe ama e provou isso na cruz (Rm 5.8). Esta convicção nos dará forças para avançar e jamais retroceder. A fé é a chave da nossa vitória no reino espiritual. A Bíblia diz que a fé é a certeza de coisas que se esperam, e a convicção de fatos que se não veem (Hb 11.1).

02 – PARA NÃO RETROCEDER É PRECISO TER PAIXÃO – Ap 2.4 1Tm 2.4

Essa paixão, não é a carnal, mas é aquela chama acesa em seu coração no dia da sua conversão. Chamada biblicamente de ‘primeiro amor’. Um amor que queima continuamente em nosso coração por nosso Amado Senhor e Salvador Jesus Cristo. Uma paixão que nos leva a desejar ardentemente realizar a sua vontade e cumprir o seu propósito. A palavra diz que a Igreja é a noiva. Por que a noiva? Noiva é aquela que está prestes a se casar, que está apaixonada pelo noivo. Esta, procura estar com suas vestes limpas, perfumadas, adornada, aguardando ansiosamente o dia do casamento. - Você é a noiva de Cristo, a Igreja amada, que deve ansiar pela presença do Noivo. Qual é o maior desejo do Noivo? Que façamos a sua vontade ao ganhar, batizar e discipular o máximo de almas possível, a fim de manifestar a Sua glória nesta terra (Cl 1.27).

03 – PARA NÃO RETROCEDER É PRECISO TER CONSCIÊNCIA ESPIRITUAL – 1Co 11.24-26

O Senhor Jesus instituiu a Ceia da Aliança com o propósito de nos manter conscientes da sua morte e ressurreição por nós. Isto nos leva a ter um coração grato e fiel ao nosso compromisso com o Senhor Jesus Cristo através de tudo o que Ele já fez. Não servimos a Cristo pelo que ainda venha a fazer por nós, esperando apenas os benefícios desta vida (1Co 15.19). Servimos a Cristo pelo que já foi feito no Calvário. Esquecer-se do que do Cristo fez é pura ingratidão, é negar a fé salvadora. Para não esquecermos isso, o Mestre deixou a ordem de relembrá-la ao celebrarmos a Ceia do Senhor. (1Co 11.25). Portanto, para avançar e não retroceder é preciso ter essa consciência espiritual bem firmada em nosso coração.

CONCLUSÃO:

Com o foco na vida eterna em Cristo Jesus, devemos avançar sempre e jamais retroceder. Precisamos ter convicção e fé, ter paixão pelo Senhor e ansiar por sua vinda. Para avançar e não retroceder é preciso ter consciência espiritual. Assim, nós não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.

Marcado sob

Texto: Isaías 40.29

INTRODUÇÃO:

Quando Deus nos chama para realizarmos algo, Ele vai nos capacitar em tudo aquilo que precisamos para realizar este trabalho. Para podermos avançar precisamos de forças para enfrentar e superar os desafios com coragem e fé, sabendo que o Senhor não nos abandonou e nunca vai nos abandonar! Ninguém consegue dar se quer um passo a frente se estiver sem forças. Quanto mais fortalecido no Senhor você estiver, mais você irá avançar em todas as áreas de sua vida.

01 – PARA AVANÇAR É PRECISO TER FORÇAS PARA RESISTIR AO PECADO - 1Co 10.13

José chegou ao trono do Egito por ser perseverante no propósito e mostrar-se forte ao resistir à tentação da mulher de Potifar. Imagina o que seria do plano de Deus na vida de José se ele não tivesse vencido o desejo da carne? Ele resistiu e Deus o levou a ser o homem mais importante da terra (Gn 41.40).  O segredo está em cultivar uma vida de intimidade com o Espírito Santo. Amor e temor caminham de mãos dadas. Quanto mais você se enche do amor de Deus, mais forças você terá para resistir o pecado. Você é templo do Espírito Santo (1Co 6.19); seja amigo de Deus e inimigo do mundo (Tg 4.4); maior é aquele que está em você, do que aquele que está no mundo (1Jo 4.4).

02 – PARA AVAÇAR É PRECISO TER FORÇAS PARA RESISTIR O DIA MAL – Ef 6.13-13

Jó resistiu o dia mau sem blasfemar nem dar lugar ao diabo. Quem suportaria o que Jó suportou? A guerra dele foi direta contra Satanás! Foi a sua resistência espiritual que não permitiu que a fúria de Satanás o vencesse. Essa força espiritual o fez avançar e viver a glória da segunda casa. É incrível como isso é decisivo nas horas mais cruciais da guerra espiritual e mental. Resistir é confiar em Deus! Apesar de todas as circunstâncias, Jó resistiu até o fim, e foi duplamente abençoado (Jó 42.10). Deus está no controle de tudo, portanto, não negocie a sua fé.  O inimigo tenta roubar sonhos e projetos ao lançar as suas flechas, a fim de causar medo e paralisar os filhos de Deus. Mas, os que confiam no Senhor, são como os montes de Sião, que não se abalam.

03 – PARA AVANÇAR É PRECISO TER FORÇAS PARA SAIR DA ZONA DE CONFORTO – Gn 12.1-2

A zona de conforto é uma inimiga perigosa do nosso futuro, obstáculo para o sucesso, e pode se tornar uma pedra de tropeço para aquilo que Deus sonhou para nós. Se quisermos viver algo novo em nossa vida, teremos, muitas vezes, que abandonar este lugar confortável. Abrão vivia no meio de sua família e num determinado dia, Deus o chama para começar uma nova história de vida. Abrão obedeceu e se tornou o pai da fé. Qual é a sua zona de conforto? Quais passos de fé que você precisa dar para avançar no propósito de Deus? Ninguém avança parado. É preciso ter forças para sair e avançar. É preciso ter fé. Nossa fraqueza é uma das nossas maiores desculpas. Podemos ser fracos, mas Deus é forte, e Ele está disposto a ser a nossa força. Renove as suas forças no Senhor e avance nos seus alvos espirituais, familiares, ministeriais, profissionais, financeiros e pessoais.

CONCLUSÃO:

Quais os seus alvos para este ano? Como estão as tuas forças espirituais? Tem conseguido vencer o pecado? Tem resistido os dias maus? Quais passos que você já deu para sair da sua zona de conforto e avançar para os seus alvos? Como está a sua fé em Deus? Sua força? A nossa força vem dos alimentos que ingerimos, tanto no físico, quanto no espiritual. Você tem alimentado a sua fé em Deus? “Ele faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.”

Marcado sob

MiR PARAUAPEBAS

Blog do MiR PARAUAPEBAS