22 Abril 2024 Publicado em Células Escrito por 

O CHAMADO AO DISCIPULADO

Avalie este item
(0 votos)

Texto: Romanos 8.28

INTRODUÇÃO:

Nosso chamado divino nos dá propósito e paixão na vida.  A chamada redentora de Deus é um chamado à intimidade. Antes de o Senhor Jesus dizer “Ide por todo mundo”, Ele disse: “Vinde a mim”. O primeiro chamado é para o relacionamento, para estar com Ele. Nele as nossas necessidades são supridas. Devemos ter essa responsabilidade primária bem sedimentada dentro de nós e, assim sentiremos prazer no nosso chamado.

01 – CHAMADOS AO ARREPENDIMENTO E AO PROPÓSITO DIVINO – Mt 3.8-10

“Estamos nos acostumando com um Cristianismo que gravita ao redor de nós mesmos, quando a mensagem central do Cristianismo é, realmente, sobre o abandono de nós mesmos.” (David Platt). O consumismo espiritual dita as decisões que tomamos. Num mundo onde o homem é o centro de tudo, muitas vezes queremos ser deus de Deus. Diante de uma mensagem dura do pregador, no lugar de analisar as Escrituras e avaliar-se, é mais fácil mudar de igreja, que mudar de vida. Preferem ir numa igreja onde escutam o que querem ouvir, não o que Deus quer falar. Se um membro da igreja tem um conflito com o outro irmão, em vez de resolver o conflito, resolve mudar de célula, ou até mesmo de igreja. Isto é orgulho, soberba e resistência do chamado ao arrependimento. Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. É a opção de orgulhar-se ou humilhar-se.  Sem arrependimento não há alinhamento de propósito. Quando você tem um propósito, tem sentido na vida.

02 – CHAMADOS PARA OS DONS E TALENTOS - 1Co 12.4-11

Vivemos numa era de consumismo, na qual os aspectos que a definem sãos nossos direitos, nossas escolhas e nossa conveniência. Estamos acostumados a sermos servidos em todos os sentidos. Tudo hoje gira em torno do prazer do homem. Com esse pensamento, a demanda absoluta, presente no ensino do Novo Testamento sobre o discipulado, é entendida como não realista. Quando olhamos para as Escrituras, vemos que o verdadeiro Cristianismo se resume em servir, ser servo assim como Cristo foi. Note que o Espírito Santo nos capacita com seus dons para servirmos ao próximo. Dos nove dons, oito são para servir, apenas o de línguas é para nós mesmos. Ainda por uma razão, para nos fortalecer no exercício dos demais dons. Quando Paulo falou que falava em línguas mais que todos, não foi para orgulhar-se, mas sim, expressar a necessidade de se fortalecer, a fim de poder exercer os outros oito dons que recebera do Espírito Santo. Quando o seu coração desejar os dons e os talentos de Deus, lembre-se, é Deus lhe chamando para servir. Você foi chamado para servir. Tudo para Ele (Rm 11.36).

03 – CHAMADOS PARA O DISCIPULADO – Mt 28.19-20

Precisamos tomar cuidado para não aplicarmos o discipulado apenas por conveniência no lugar do discipulado por convicção. O de conveniência é o discipulado feito para agradar o líder, ao pastor, ou talvez por meta ou alvo de um grupo. Já o chamado por convicção faz o discipulado convicto de que quem o chamou foi o próprio Espírito Santo. Isto irá respaldar no resultado. Quem revela a Palavra e convence o pecador, não é o homem, mas o Espírito Santo. É Ele quem nos fortalece e nos capacita. Sabemos que as coisas são mais fáceis de serem ditas do que feitas. Portanto, o verdadeiro discipulado é trabalhoso. Acontecerão durante o discipulado coisas que, severamente, desafiarão a nossa perseverança e dedicação. Todo cristão foi chamado para o discipulado, e está respaldado pelo Espírito Santo: “E eis que estou convosco todos os dias...”

CONCLUSÃO:

Nesta época de tanto materialismo, você está disposto a pagar o preço do verdadeiro discipulado? Um dia de discipulado pode ser a diferença entre a vida e a morte, a benção ou a maldição. Nunca perca as oportunidades do discipulado! Você foi chamado com um propósito eterno. Você foi chamado ao discipulado.

Ler 63 vezes
  • Pr Orimar Carneiro

    Pastor no MiR PBS

    MiR Parauapebas

    Website.: twitter.com/orimarcarneiro

    Deixe um comentário

    Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

    MiR PARAUAPEBAS

    Blog do MiR PARAUAPEBAS