20 Dezembro 2021 Publicado em Células Escrito por 

Amamos a Deus de Verdade?

Avalie este item
(0 votos)

Texto: João 14.21

INTRODUÇÃO

O verdadeiro amor a Deus não se expressa só com palavras, mas também com atitudes. A nossa entrega a Deus, a busca constante em oração, jejum, presença nas atividades da igreja, na nossa célula, meditação na Sua Palavra, não deve ser só nos momentos de angústia, mas também nos momentos em que tudo está bem. Tudo isso Deus requer de Seus filhos e, quando assim agimos Deus se agrada de nós. Quem é que ama a Deus e quem é que não O ama? O texto que acabamos de ler nos oferece duas indicações para identificarmos quem ama a Deus: a primeira é ter os mandamentos de Deus e a segunda é guardar os Seus mandamentos. Em seguida veremos as promessas que Deus tem para aqueles que O amam.

1. O QUE SIGNIFICA TER OS MANDAMENTOS?

Ter os mandamentos não quer dizer sabê-los todos de cor ou ter uma Bíblia aberta no Salmo 91, e lê-la como um mero ritual, mas sim ler a Palavra de Deus diariamente para meditar nos seus ensinamentos (Sl 119.15,16), conhecê-los, recebê-los de Deus e crer neles, reconhecendo que são a Vontade de Deus expressa na Sua Palavra.

2. O QUE SIGNIFICA GUARDAR OS MANDAMENTOS?

Jesus diz que aquele que O ama guarda os Seus mandamentos. Mandamentos representam tudo que Deus nos ordena e ensina na Sua Palavra, e não apenas os 10 Mandamentos que estão em Êxodo 20. Amar é mais do que dizer palavras adoráveis: é um compromisso e uma conduta. Quem ama a Cristo prova o seu amor guardando o que Ele ordena na Sua Palavra. “Guardar”, nesse contexto significa obedecer, praticar o que na Palavra está escrito. E guardar os mandamentos de Deus significa ser um cumpridor da Palavra e obedecer aos seus mandamentos (Tg 1.23), ter uma vida comprometida com o que nela está escrito, meditando diariamente nos seus ensinamentos e tendo uma vida transformada continuamente.

3. PROMESSAS DE DEUS PARA OS QUE O AMAM

São três as promessas de Deus na Sua Palavra para aqueles que O amam, conforme o ensino de Jesus: “será amado de meu Pai”, “e eu o amarei” e” me manifestarei a ele”. Observamos que quem ama a Deus é amado duplamente, pois é amado, ao mesmo tempo, por Deus e por Jesus. Ser amado por Deus e por Seu Filho Jesus é o maior bem que uma pessoa pode ter. Deus expressa o Seu amor para conosco quando nos quer perto d’Ele e por essa razão elaborou o Seu plano de salvação para nós, entregando o Seu único Filho para morrer por nós, pecadores ( Rm 5.8; Jo 3.16). Além de sermos amados por Deus e por Jesus, quando amamos a Deus, Ele se manifesta a nós, isto é, manifesta a Sua Presença, a Sua Glória. Deus se manifesta a nós ao responder nossas orações, ao nos tocar com Seu toque de cura, ao nos ouvir e falar conosco, enfim, ao nos abençoar.

CONCLUSÃO

Deus considera que o amamos quando guardamos os seus mandamentos, mas espera também que o amemos com os nossos sentimentos, não com palavras protocolares, mas em espírito e em verdade. É muito bom dizermos que amamos a Deus e sentir com toda convicção que isso é verdade no nosso coração e não somente uma resposta vazia. Aliás, a Bíblia diz que o Senhor não houve gritos vazios (Jó 35:13). Quem assim agir, receberá o amor de Deus nosso Pai e de Jesus, Seu Filho, e ainda a grande bênção de Jesus se manifestar com a Sua Presença.

Ler 29 vezes
  • Pr Orimar Carneiro

    Pastor no MiR PBS

    MiR Parauapebas

    Website.: twitter.com/orimarcarneiro

    Deixe um comentário

    Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

    MiR PARAUAPEBAS

    Blog do MiR PARAUAPEBAS